quarta-feira, 22 de abril de 2009

Saga do e-Agenda

Há umas semanas atrás, quando o teste de gravidez deu positivo, procurei logo ir ao médico do centro de saúde, para marcar a minha consulta.
Ok, ligo incessantemente para o número, quando (coisa rara) atendem, passam para a marcação de consultas, onde após 10 minutos (!) à espera pela terceira vez, achei que era melhor desligar e ir tentar por outros meios.
Ao fazer pesquisas na net, descobri o e-Agenda no Portal de Saúde, tendo esfregado as mãos de contente. É um serviço online, que permite a marcação de consultas. Teoricamente, funcionaria tudo bem.
Marquei a consulta de saúde materna, tendo veirificado que o médico que era indicado não era o meu, mas pensei (ok, na volta nem dá estas consultas). E, chegado ao dia, lá vou eu toda contente, ter a primeira consulta.
Primeiro, a médica indicada foi substituída por uma interna (de que não tenho razão de queixa, foi uma querida), que chegou cerca de hora e meia depois da hora a que estava marcada a minha consulta.
Quando falei com as enfermeiras, estas disseram-me que sim, que estava marcada, mas que tinha de ir tirar a ficha ao guichet da marcação de consultas. Ok, lá vou eu. Quando digo que marquei pelo e-agenda para a dra. tal, a funcionária, que como sempre, e desde há muito, não deve nada à simpatia, diz logo
"- Mas não é doente desta médica, é do dr. xpto!
- Sim sou doente do Dr. xpto. Mas fiz a marcação pelo e-agenda e foi-me dada indicação de consulta hoje, com a dra. tal.
- E ainda por cima o sistema marcou para saúde materna! Por acaso está grávida?!
- Sim, estou.
(silêncio e cara de espanto da mulher a olhar para mim de boca aberta)
- Pois, menina, mas isso não pode ser assim, as consultas de saúde materna têm de ser sempre marcadas por iniciativa do médico!
- Ah, ok. E diga-me lá, como é que eu sou obrigada a saber isso? Se não se pode marcar directamente, o sistema não devia permitir, não acha?
- Pois, sabe, aquilo realmente não há até hoje uma consulta que tenha sido bem marcada.Mas eu agora duvido que a dra. tal a atenda, uma vez que é doente de outro médico. Tem de falar com a dra. e se ela der autorização, tudo bem, mas sem ela não posso fazer nada!
- Ok, eu falo com a médica."

Aguardei cerca de uma hora que a dra. chegasse - tendo nos entretantos a enfermeira tentado resolver a minha situação, sem sucesso. quando a dra. tal chegou deu-me indcações que eticamente não me poderia consultar, pois era doente doutro colega (e eu a pensar: que merda tenho eu a ver com isso? são quase 3 da tarde, ainda não almocei nada digno desse nome, e vem-me esta falar de ética?!). Quando a confrontei do erro do sistema, mandou-me ir falar com a administração do centro, pois se eles autorizassem, seria consultada pela dra. tal.
Falei com uma dra. que não fixei o nome, mas que foi uma querida e compreendeu perfeitamente a minha situação, tendo sido então consultada pela dra. tal como devia ter sido há já mais de 2 horas.
Lá me passou a tralhada toda que era preciso, e ao ir colocar as vinhetas no tal guichet da "simpática" diz-me ela "sabe, menina, devia amanhã dar uma palavrinha ao Dr. xpto, para não causar problemas entre os colegas..."
Nem respondi! Então e eu serem 4 e tal da tarde sem almoçar não me causa mau estar?! Que culpa tenho eu que o sistema não funcione?

Expliquei ontem a situação toda ao médico quando tive de marcar outra consulta. Afinal tanta coisa, que ia causar tanto mau estar, e nem sabia de nada, ne ninguém lhe disse nada. Enfim.

Mas o importante da questão é:

NÃO USEM O E-AGENDA!

Se for preciso, a loja do cidadão tem um número, que agora não consigo encontrar mas depois digo, que permite marcar consultas de forma rápida e célere.

3 comentários:

Minhoca disse...

A E-Agenda nem nunca tinha ouvido falar, mas pela loja do cidadão e rapido e sem problemas :)

No fim o xato foi mesmo teres apanhado a seca

Kitty disse...

Parabéns aos futuros pais :)

Marie disse...

Obrigada Kitty!

Minhoquinha:
O chato foi ter passado uma barrigada de fome e apanhado uns nervos que não te digo nem e conto...

bejufas